Portugal Fashion: day 3

O desfiles de Nuno Baltazar, foi um verdadeiro espetáculo de beleza e sofisticação. Grades cercando a passarela com ar industrial, fizeram o desfile ter ainda mais representatividade.
Podemos ver muitos ‘terninhos’ de alfaiataria, ombros estruturados, mangas bufantes, calça de cintura alta e looks metálicos.
Paleta de cores: Preto, laranja, branco, cinza e tons terrosos.

Vejam só e se apaixonem como eu: haha

O segundo desfile foi o de Susana Bettencourt, com a coleção “Stop the clock” – uma reflexão sobre “sociedade automatizada em que vivemos”, onde as malhas tricotadas de forma tradicional voltam a ter protagonismo. Confiram:

A moda portuguesa de Manuel Alves e José Manuel Gonçalves, cujas criações são intemporais. Paleta de cores com muito preto e vermelho. Confiram:

O desfile de Luís Onofre, brilharam os acessórios, marroquinaria e os sapatos femininos e masculinos.

Para as mulheres, as botas e os botins são o formato em destaque. Divididos entre texanas e above the knee. Do verniz ao efeito vinil brilhante e aos animal print, esta coleção torna-se verdadeiramente democrática nos materiais. Mel, branco, cereja e cinza são as cores em destaque e que dão vida aos clássicos preto e castanho. Em parceria com a Boca do Lobo, Luis Onofre volta a criar um salto metálico inspirado numa icônica mesa, provando que não há limites na elegância do design. Já para os homens, destacando o mel como tom de eleição, a coleção é composta por Loafers, Oxfords e os Monks Straps que surgem em peles de alta qualidade para o máximo de intemporalidade e conforto. Numa abordagem mais contemporânea, surgem modelos de sapatilha ideais para a vida na cidade. Vimos muitas peles e as camurças. Confiram:

Beiiijos <3

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *