elie saaab

ELIE SAAB e BALMAIN | PARIS FASHION WEEK

Oi meus amores!!

Essa semana de moda de Paris esta incrível! As marcas se superando nas criações e nas formas de apresenta-las. E pra você não ficar de fora já cheguei bem acompanhado de um super resumão de dois desfiles das minhas marcas favoritas dessa semana, e vamos que tem muita coisa linda pra mostrar.

ELIE SAAB

Com uma coleção intitulada “New Dawn” a grife encantou os olhos de todos, e o sentimento que o estilista libanês buscou passar foi o de renovação e prosperidade para nos recuperarmos das negatividades desses tempos de angustia como esses em que vivemos, e nem preciso dizer que ele o fez com êxito, te afirmo que não tem como negar a plenitude e elegância que essa coleção expressou.

A filmagem foi realizada no Monte Faqra, e diante da sua flora a grife apresentou seus designs super românticos, com o branco sendo a estrela da coleção.

Elie Saab – Paris Fashion Week

É claro ver que a intenção do designer era apresentar o contraste, pois desenhou uma coleção meio a meio, com cores neutras e pacificas como o branco e azul claro e ao mesmo tempo trazendo cores vibrantes e quentes como o vermelho e amarela para esbanjar vitalidade.

Os designs vieram repletos de transparência, mangas bufantes, muitos vestidos fluidos que passaram muita sensação de leveza, assim como calças de alfaiataria bem desenhadas na estrutura do corpo, e claro que não podia faltas as aplicações de bordados que já são características da marca.

Elie Saab – Paris Fashion Week
Elie Saab – Paris Fashion Week

BALMAIN

Meus amores, que trabalho incrível! Deixa eu te contar mais…
A situação do covid 19 dificultou o trabalho da equipe criativa de todas as grifes, mas a Balmain viu além disso, tirou dessa experiência a diretriz que guiou sua coleção.

Com a incerteza do futuro, a Maison francesa teve que olhar para dentro e refletir no impacto que a nova realidade em que vivemos traria conceitualmente para as pessoas e pra marca, e foi a partir disso que surgiu os conceitos guias que foram: A necessidade de olhar para seu patrimônio de 70 anos de criações e reinventa-las para a realidade atual, a importância do senso de comunidade e do estar próximo, e por fim o otimismo de que tempos melhores sempre virão.

Sobre a coleção, ela chegou repleta das tradicionais ombreiras, e quadril bem desenhado, a grande aposta da coleção foi a estampa de labirinto preto e branco, que foi aplicado em ternos, calças, blusas, shorts e casacos. O preto, branco e o brilho com certeza foram os investimentos nas cores, e estiveram presente em toda coleção.

Desfilando com pés descalços as modelos reforçaram o que a gente ama na Balmain, a suas criações cheias de elegância, otimismo, ousadia e realidade.

Ei, psiu! Não vai embora não, que tem muito mais por vir, viu?!

Beeeijos

Compartilhe